Para todas as vezes que sentir o sabor do desamor

desamor

O desamor é algo curioso. Eu diria que ele é um processo com um sabor completamente amargo e azedo. Até porque, no desamor, não tem nada de gostoso. Cresci aprendendo que o amor prevalece sobre tudo. Que sem ele, a vida não tem graça, não tem o colorido que ilumina todas as manhãs e transforma a vida em um pleno e reluzente arco-íris. Que risca o céu de ponta a ponta com suas multi cores.

Com a bíblia aprendi que o amor tudo suporta, tudo crê e espera. O amor deve ser paciente e esperançoso, gerador de fé e sobrepõe tudo. Os livros ensinam que o amor supera tudo e qualquer adversidade. Segundo grandes especialistas, ele é capaz de curar traumas que foram adquiridos durante fases da vida.

Apesar de tudo, ninguém avisa que o amor pode ter um sabor ácido. Conseguir o grande felizes para sempre poderia ser considerado a conquista da vida. É esperado que o amor traga felicidade através da pessoa amada. Que realmente haja esperança para um futuro tão incerto quanto o acordar do dia seguinte, mas com aquele frio na barriga por saber que você não estará sozinho quando abrir os olhos logo cedo.

Mas é preciso entender o desapego. Não se trata de não se importar, de deixar pra lá. Não existe isso. É levado a sério demais esse negócio. O desapegado é sempre superior aos outros, então porque ele se sente tão bem quando tem alguém em sua vida?

A única coisa aqui é aceitar que somos seres inconstantes em transformação contínua, e podemos nos adaptar a uma vida sozinha. Desapego nada mais é do que aceitar que somos felizes com a nossa própria companhia, é nos olharmos no espelho e enxergamos o ser mais bonito que já vimos.

Então podemos entender que o desamor consiste unicamente em se desprender de coisas ou pessoas que se tornaram parte permanente do passado. Não há uma maneira de trazê-las de volta e sequer vale a pena. Dizem que se a vida te der limões, é melhor fazer uma limonada. Mas a minha dúvida sempre foi em o que fazer com o azedo que fica. Então descobri que um pouco açúcar resolve. Bem simples. Adoce a vida, vista um belo sorriso e tenha certeza de uma coisa: o mundo sempre, sempre vai girar.  

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *