O cinza dos meus dias é igual uma tempestade

tempestade


Existe um cinza nos meus dias que mais parece uma tempestade, e tudo realmente indica que ela está se aproximando. Sei disso porque eu sou uma mistura de tantos sentimentos que se colidem e brigam entre si tentando achar um espaço nesse peito exposto.

Preciso confessar que não gosto de tempestades. Elas costumam ser agitadas, traiçoeiras, barulhentas e fazem um estrago imenso por onde passam. Mas aqui, parece que ela já causou toda bagunça possível, ela só esqueceu de levar com ela essa falta de você, porque eu sinto, eu sinto muito a sua falta.

Cansei de tentar ser durona o tempo todo. Eu sou assim, calmaria. Mesmo tendo meus momentos como furacão, geralmente sou seu centro, onde existe calma e sem grandes confusões. Mesmo que eu tenha de me lembrar a cada instante para continuar respirando.

Esperava que a vida fosse generosa, mas meus últimos esforços tem sido para não pensar naquilo que eu não quero pensar. Eu tenho vivido um dia por vez, como as pessoas normais. Tentando não me apegar ao passado e sem pensar muito no futuro. Eu tento viver o agora.

Por hora, quero no máximo brisa leve, para os meus dias mais agitados de calmaria. Se for para ser tempestade, leve essa saudade embora. Ou passe por outras bandas, aqui só tem espaço para calmaria, aquele momento de paz. E de maneira alguma tem como levar a minha embora.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *