​Gente feliz sozinha, é aquela que não se incomoda com quem está acompanhado

felicidade

Nunca gostei e nem fui a favor dessa discussão de solteiro ou comprometido. Afinal, a felicidade deve ser tão pessoal como a opinião de cada um de nós. É ótimo ser solteiro e sair para uma noite de curtição, na expectativa e na incógnita do que pode acontecer. No mistério de se envolver ou então no medo de fracassar.

Assim como, é impagável o preço de ter um amor verdadeiro e saber de fato com quem e para onde voltar após um agradável sábado à noite. Dividir a pizza ou o sorvete, enquanto o solteiro reparte o chiclete ou a bala de um beijo que horas depois não se lembrará mais.

Fato é que a vida é assim, jeitos e trejeitos para todos os gostos, coincidências e opostos. Gente verdadeiramente feliz sozinha, é aquela que não se incomoda com quem está devidamente acompanhada, e vice e versa.

Quando é pra ser, acontece. Geralmente tão natural que os olhos não enxergam e o coração não percebe. Quando começa, já não é mais começo, é recomeço de uma história que vem à tona.

Assim como o solteiro (a) se encanta e deseja como nunca, ou como sempre, aquele alguém que sequer sabe o nome ou endereço, mas que o beijo vira tamanha obsessão que sequer tem um preço.

Pra fechar, um conselho: não busque se ajustar a padrões e paradoxos sociais. A vida é vivida, nua e crua, única e exclusiva, tão distinta como o sol e a lua, com espaço para os dois. Independente da sua opção, busque sempre a felicidade. O mundo carece mesmo é de gente com personalidade.

Rafael de Paula ׀ Falando De Sentimento

Facebook Comments

One thought on “​Gente feliz sozinha, é aquela que não se incomoda com quem está acompanhado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *