Carta para a minha eu do passado

eu do passado

Querida eu do passado,

Avaliando os últimos anos, percebo quantas coisas você poderia ter feito ou evitado. Lógico que carrego algumas cicatrizes e arrependimentos, mas também sei que se você tivesse mudado qualquer coisa, eu não seria essa rocha que sou hoje.

Se eu pudesse lhe aconselhar, falaria para você ter se importado menos com o que falavam ou a forma como reagiam todas as vezes você chegava em algum lugar. Hoje eu sei que incomodo muita gente, mas eu queria ser duas para incomodar muito mais.

Você é linda! E aquela fase que você achou que poderia mudar para agradar, você estava completamente enganada. Ninguém merece a sua mudança, a não ser a sua família. Você se envolveu com falsos amigos e amores, mas você sabia que iria dar errado. Eu lhe diria para prestar mais atenção e ser mais racional. Você costumava ser muita emoção e zero razão.

Quando o assunto é o amor, você está de parabéns. Você se entregou, deu o seu melhor e hoje posso dizer que já amei, mesmo que esses amores não tenham tido seus finais felizes. Continue sorrindo sempre! Nunca perca a sua força e determinação, você não tem noção dos lugares que você irá chegar. Não deixe jamais ninguém roubar a sua alegria. Você passará por maus momentos, mas saiba que eles não irão durar para sempre.

Você também irá se decepcionar com pessoas que estão a sua volta, as mesmas pessoas que você imagina que não pode viver sem. Olha, você irá descobrir que pode sim viver sem elas e será até mais gostoso. Ah, queria que você soubesse silenciar suas emoções. Mas você irá aprender que o silêncio é a melhor de todas as respostas.

As mudanças serão inevitáveis, elas te farão chorar e até se desesperar, só que tudo isso passa. Você irá perceber o que é realmente essencial, mesmo que seja invisível aos olhos. Tente não perder a fé, essa é a parte mais difícil e ainda trabalhamos muito hoje em dia para poder funcionar. E lembre-se: inspira, expira e não pira.

Facebook Comments